SERTESP - Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão no Estado de São Paulo

Sindicato das Empresas de Rádio e
Televisão no Estado de São Paulo

Notícias SERTESP

Roberto Civita fala sobre era multimídia e autorregulamentação

Roberto Civita, presidente da Editora Abril, fez na manhã desta segunda-feira (14) aula inaugural do curso de pós-graduação em jornalismo na ESPM, em São Paulo. O curso idealizado por ele é voltado para formar jornalistas com experiência em dirigentes editoriais.

Para o executivo, a educação é a base para a formação de um bom jornalista. “Acredito muito na educação. E acredito que se houver uma melhora no nível de educação no Brasil consequentemente haverá uma melhora no nível dos jornalistas”, falou Civita.

Ele, que será professor da disciplina Administração de Negócios Editoriais e é um dos conselheiros da ESPM, frisou que o objetivo do curso é contribuir para o desenvolvimento das carreiras dos melhores talentos em jornalismo e a consequente melhor do jornalismo no Brasil. “Não havia nenhum curso com esse perfil no País. Então eu e José Roberto Whitaker Penteado [presidente da ESPM] fomos para os Estados Unidos para conhecer o que há de melhor”, comentou.

Civita enfatizou que o curso não vai ensinar técnicas de jornalismo, mas que haverá matérias específicas para que um jornalista se torne um dirigente. “São coisas que acredito que faltam aos jornalistas saberem”, falou. Entre elas, ele citou o exemplo da matéria Jornalista e os Números. “É crucial o jornalista saber lidar com balanços, enxurrada de números, pesquisas, estatísticas e projeções, para que nossas audiências possam entender o mundo em que vivemos”, ressaltou. Ele também considera, entre outras atribuições, que um bom jornalista precisa ter valores como independência, ética, conhecer e respeitar o seu público; ser curioso; ter capacidade de agir no momento certo; compromisso com a verdade; gerir pessoas; ter conhecimento dos processos que envolvem um veículo.

Após a aula inaugural de Roberto Civita, o público presente pôde interagir com o presidente da Editora Abril e fazer perguntas. Na ocasião, foram abordados temas como o que fazer para manter a qualidade editorial em meio à multiplicação dos veículos; o desafio com a era multimídia, credibilidade dos veículos e autorregulamentação do jornalismo, que ele se mostrou totalmente contrário. “Eu sou contra a autorregulamentação do jornalismo. Quanto mais regulação, pior, tem que haver regras e limites. Não acho que funciona. Não tem como regular o conteúdo, só se fizer como na China, onde é uma ditadura. Não quero assinar um código que diz que vou fazer isso ou aquilo”, destacou ele.

Sobre a era multimídia, o executivo destacou que o trabalho de produção de conteúdo continuará o mesmo. “Isso não vai mudar, vamos continuar produzindo conteúdo do mesmo jeito, o resto é tecnologia. O que acho é que os jornalistas têm de cair na real que o mundo mudou e que temos de fazer tudo, texto, vídeo, som e imagem. Não haverá mais distinção”. O curso de pós-graduação em jornalismo na ESPM será dirigido pelo jornalista Eugênio Bucci e terá entre os professores, além de Civita, Alberto Dines, Ricardo Gandour (diretor de conteúdo do Grupo Estado), Caio Túlio e outros.

DESTAQUE SERTESP - 23/05/2024

COMUNICADO A TODAS AS EMISSORAS DE RÁDIO, TELEVISÃO E PRODUTORAS

Pular para o conteúdo